"O direito é criado pelo homem, é um produto tipicamente humano, um artifício sem entidade corporal, mas nem por isso menos real que as máquinas e os edifícios." - Gregorio Robles

08/01/2016

"Neste mundo dos objectos, as próprias pessoas tornam-se objectos..."


Hora de retomar os trabalhos no novo ano, e como pontapé inicial recorremos ao petardo de Michel Miaille em sua "Introdução crítica ao Direito" (Ed. Estampa):

Os juristas, em nome de um humanismo idealista, continuam a fazer classificações que mascaram objectivamente a dominação da forma mercadoria sobre os próprios homens, no seio de um sistema que é o da produção e da circulação generalizadas de mercadorias. Neste mundo dos objectos, as próprias pessoas tornam-se objectos, mais ou menos aparentes, mas, não obstante isso, igualmente reais.

Que 2016 seja um ano mais humanista. A imagem que ilustra o post é "Greedy fiend" (demônio da cobiça) por Keith Parkinson.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...