"O direito é criado pelo homem, é um produto tipicamente humano, um artifício sem entidade corporal, mas nem por isso menos real que as máquinas e os edifícios." - Gregorio Robles

30/09/2020

O ministro do Meio Ambiente que é contra o meio ambiente

ricardo salles meio ambiente restinga ambiental ministro ecologia destruição

Coisas do Brasil bolsonarista: o responsável pela pasta é contra aquilo que a pasta trata. As invectivas de Abraham Weintraub em sua trágica passagem pela Educação já entraram para o anedotário nacional. E que dizer de Ricardo Salles, o homem que quer passar a boiada, à frente do Ministério do Meio Ambiente? Sua última façanha foi acabar com áreas de proteção permanente (APPs) de manguezais e de restingas do litoral brasileiro, em reunião do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) no dia 28. Felizmente em um Estado dito Democrático e Social de Direito o espaço público está aberto à participação dos diversos agentes sociais — e o Judiciário por ora suspendeu a farra.

Ah, Salles, o das transferências milionárias. São homens desse quilate à frente da República. O tempora, o mores, diz Cícero em suas "Catilinárias". Não temos mais Cíceros. Nem é de bom tom dependermos deles: precisamos é do amadurecimento da nossa democracia e consequentemente de escolhas melhores. 

É por isso, por fim, que falo acima em Estado "dito" etc. Não basta que constitucionalistas ou o próprio texto constitucional batizem as coisas. Há um longo trajeto para "sair do papel". Conquistas iluministas, lá se vão 300 anos, ainda não foram introjetadas, não é mesmo? Então.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Leia também: