"O direito é criado pelo homem, é um produto tipicamente humano, um artifício sem entidade corporal, mas nem por isso menos real que as máquinas e os edifícios." - Gregorio Robles

24/10/2020

Na propaganda eleitoral o Rio é um mar de rosas

marcelo crivella rio de janeiro prefeito prefeitura eleições igreja universal

Ontem tive dentista e enquanto esperava atendimento assisti um pouco do horário eleitoral. Naturalmente não é meu conteúdo favorito, mas como já disse no blog considero imprescindível acompanhar de perto e participar das movimentações e discussões políticas, que no segundo semestre de anos pares efervescem por causa das eleições. 

22/10/2020

Informativo TSE (14 de setembro a 04 de outubro de 2020)

eleições eleitoral tse democracia voto urna

Prato cheio para os eleitoralistas. O novo informativo do TSE, tendo como temas Contratação  de  parente  para  prestar  serviço  em  campanha  eleitoral  e  observância  dos  postulados norteadores do pagamento de despesas com recursos público e Doação por pessoa física à campanha eleitoral e conceito de rendimento bruto. Clique abaixo para acessar, diretamente do portal da corte.

Informativo TSE
14 de setembro a 
04 de outubro de 2020

Senado aprova Kassio para o STF. Vejamos como será.

kassio nunes marques senado stf ministro

Após a sabatina pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado, Kassio Nunes Marques teve sua indicação para o Supremo Tribunal Federal aprovada por 57 a 10. Ocupará a cadeira do venerando Celso de Mello, que se retirou em setembro. A data da posse do futuro ministro ainda será definida.

21/10/2020

A vacina chinesa e multipolaridade

china chinês vacina covid eua multipolaridade

A vacina será mesmo chinesa, afinal. Lemos aqui que o Instituto Butantan de São Paulo e um laboratório farmacêutico chinês em parceria desenvolveram a "CoronaVac", o tão esperado imunizante contra o nefasto coronavírus que assombrou este ano de 2020, já nos estertores. O ano, não o vírus, que sabe Deus até quando causará problemas. Mas finalmente já temos uma esperança concreta, científica, na qual nos apoiarmos, ao contrário do delírio de cloroquina propagado por alucinados de todo tipo. Já falamos aqui no blog: o tratamento da covid pede ciência, não voluntarismo.

É proibido proibir. Em defesa da liberdade de expressão.

vôlei carol solberg bolsonaro democracia esporte liberdade de expressão

A atleta de vôlei de praia Carol Solberg foi apenas advertida pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva por ter mandado um "fora Bolsonaro!" durante transmissão ao vivo. Foi uma pena leve diante das possibilidades, como pesadas multas e suspensão de torneios. Mas mesmo essa pequena pena — multa convertida em advertência  — não deveria sequer ter sido aplicada.

20/10/2020

De ética e decoro. E sepulcros caiados.

chico rodrigues brasil sociedade corrupção bíblia devido processo legal senado

Chico Rodrigues, o senador do dinheiro na cueca, pediu para sair do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar do Senado. Pode rir, é engraçado mesmo. Agora segue alvo de representação por quebra de decoro parlamentar, quando evidentemente terá o direito à ampla defesa. Importante bater nesta tecla: nossa indignação diante dos absurdos cotidianos não pode obliterar o respeito pelas conquistas civilizatórias, o due process of law entre eles. 

Da responsabilidade social do esporte

robinho futebol estupro brasil sociedade

Sobre o caso Robinho — já há condenação a nove anos em primeiro grau na justiça italiana, pendente de recurso. Não me detive a fundo e os detalhes que conheço foram pincelados na mídia. Coisa grave e deplorável, a ser devidamente apurada ao longo do devido processo legal. A presunção de inocência vale até o trânsito em julgado da sentença penal condenatória, goste-se ou não, então fiquemos assim.

19/10/2020

Informativo TST (29 de setembro a 09 de outubro de 2020)

trabalho trabalhista jurisprudência tst clt

Ânimo, juslaboralistas. Com vocês a edição nº 226 do informativo jurisprudencial do Tribunal Superior do Trabalho. Cliquem abaixo para acessar.

Informativo TST
29 de setembro a
09 de outubro de 2020

O Estado falou, tá falado. O cidadão que corra atrás.

fiscal fisco tributo tributação administrativo administração

Na sexta postei aqui a quinta parte das teses do STJ sobre a Lei de Execução Fiscal. Clique aqui para acessar. Uma delas me chamou a atenção muito negativamente. Ei-la:

A certidão de dívida ativa - CDA goza de presunção de certeza e liquidez, assim, compete ao executado o ônus de juntar aos autos executório fiscal a cópia de peças do processo administrativo capaz de ilidir tal presunção (art. 41 da LEF).

17/10/2020

A propriedade atenderá a sua função social, mas tem gente que não gosta

função social da propriedade desapropriação constituição

A matéria abaixo é do sítio do Instituto dos Advogados Brasileiros (fonte aqui). Trata da discussão jurídica ocorrida na Casa na última quarta (14/10), quando foi aprovado parecer, da minha lavra em nome da Comissão de Direito Constitucional, rejeitando PEC que quer aliviar a barra nos casos de descumprimento da função social da propriedade, dificultando assim sua desapropriação. Entendemos que tal PEC é inconstitucional. A íntegra do parecer pode ser acessado aqui

PEC de Flávio Bolsonaro que dificulta desapropriação é considerada inconstitucional pelo IAB 

“É inconstitucional a PEC 80/2019, porque a proposta tem o objetivo de dificultar a desapropriação de unidades urbanas e rurais que descumprem a função social da propriedade, que inclui, por exemplo, respeito pela dignidade da pessoa humana, solidariedade social e preservação do meio-ambiente.” A afirmação foi feita nesta quarta-feira (14/10), na sessão ordinária virtual do IAB, pelo relator Joycemar Lima Tejo, da Comissão de Direito Constitucional do Instituto dos Advogados Brasileiros (IAB). Ele é o autor de parecer contrário à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) do senador Flávio Bolsonaro (PSL-RJ). O entendimento foi acompanhado por unanimidade pelo plenário do IAB.  

Grana na cueca. E ainda essa tal democracia.

chico rodrigues bolsonaro senado barroso chico rodrigues eleitoral democracia eleições voto

Ah, Chico Rodrigues, pego pela Polícia Federal com dinheiro na cueca (correm versões mais picantes, fiquemos com o eufemismo). O vice-líder no Senado do governo Bolsonaro, que teria acabado com a corrupção. Tá certo. Barroso, ad referendum, afastou o senador, que já é visto como morto político

16/10/2020

Teses do STJ: Lei de Execução Fiscal V (outubro de 2020)

finanças tributo tributação imposto fisco

Esse tema rende. Já é a quinta edição do "Jurisprudência em teses" do STJ versando sobre a LEF, Lei de Execução Fiscal. Clique abaixo para acessar.

STJ: Lei de Execução Fiscal V

Dia do professor e o sábio que nada sabia

educação ensino mestre professor

Dia 15 de outubro, Dia do Professor. Não deixaremos passar em branco, é claro. É uma profissão pela qual dedico profundo respeito. Fiz um tributo aos meus mestres dos tempos de escola neste texto, escrito  em 2011 para um dos meus blogs já aposentados. Reler aquelas linhas me desperta lembranças doces. Acho bonito que, décadas depois, mesmo que não saibam — e decerto muitos deles já partiram desta para melhor —, tenham deixado essa marca positiva. Isso é dar formação: participar daquilo que nos tornamos.

14/10/2020

Sobre protecionismo (ou de lacaios e puxa-sacos)

donal trump jair bolsonaro exportação importação economia tarifas

O governo estadunidense pesou a mão na taxação de alumínio, o que deve inviabilizar as exportações dos produtos brasileiros. O governo brasileiro, em contrapartida, é uma mãe: por exemplo dá tarifa zero para importar milhões de litros de etanol dos EUA, em detrimento do setor usineiro brasileiro. "Brasil acima de tudo", pois sim.

13/10/2020

O bandidão solto e a letra fria da lei

habeas corpus pcc crime marco aurélio stf direito penal

Marco Aurélio soltou um dos grandes chefões do crime organizado e causou rebuliço na comunidade jurídica. O motivo foi uma tecnicidade do Código de Processo Penal que fundamentou a concessão de habeas corpus — o parágrafo único do art. 316 diz que "decretada a prisão preventiva, deverá o órgão emissor da decisão revisar a necessidade de sua manutenção a cada 90 (noventa) dias, mediante decisão fundamentada, de ofício, sob pena de tornar a prisão ilegal". Como isso não foi cumprido pelo Judiciário, a prisão tornou-se ilegal. E eis o indigitado na rua. De onde, como era de se imaginar, se evadiu rumo a paradeiro desconhecido.

12/10/2020

O mundo cão e seus apresentadores histriônicos

mídia imprensa televisão cultura censura sensacionalismo

Gostei muito deste texto que fala do círculo vicioso de ódio dos programas policialescos na televisão brasileira. Lembro-me vagamente do "Homem do sapato branco" na minha infância. Gil Gomes veio depois, a garotada no início dos 90's gostava de imitar os trejeitos. Os clones se proliferaram na tevê aberta, dando espaço a Ratinhos, Leões, Datenas e outro menos cotados. 

10/10/2020

Pastores revoltados com um tuíte. Falta maturidade democrática.

igreja universal do reino de deus joão paulo cuenca democracia debate público censura informação

Vejam como são as coisas. Falei outro dia sobre perseguição a jornalistas, e agora me deparo com a informação de que o escritor João Paulo Cuenca está sendo alvo de ações em massa por parte de pastores da Igreja Universal do Reino de Deus, isso em razão de um tuíte criticando a aludida organização religiosa. Reproduzo o print do tuíte abaixo.

STJ: informativo de jurisprudência (09 de outubro de 2020)

stj superior tribunal de justiça jurisprudência judiciário

Sabadão. Vamos de Informativo nº 679 do Superior Tribunal de Justiça. Clique abaixo para acessar ou vá à fonte original.

Informativo STJ nº 679
09 de outubro de 2020

09/10/2020

Alta de preços, cachaça e capitalismo

captalismo supermercado alta de preços consumidor trabalhista economia

Não que faça muita diferença, com o isolamento social da pandemia ainda em curso — mas "sextou", e ainda que simbolicamente não se pode deixar passar em branco. Isso implica em um pulo no supermercado para repor o estoque de cerveja, naturalmente. Mas que susto! Como as coisas ficaram caras de uns tempos para cá. Vejo aqui que os preços nos supermercados têm alta após pandemia, matéria de março. Agora em outubro o que era ruim ficou pior, é claro.

08/10/2020

Informativo TSE (1º a 14 de setembro de 2020)

democracia eleições eleitoral tse tribunal superior eleitoral

As eleições municipais de novembro se aproximam. Bom momento para Direito Eleitoral. Clique abaixo para acessar o mais recente informativo do Tribunal Superior Eleitoral, com matéria jurisdicional e administrativa.

Informativo TSE
1º a 14 de setembro de 2020

Chuva na cidade, eleições e democracia

democracia cidade eleições eleitoral prefeitura povo

Ontem à noite trovejou muito no Rio de Janeiro, "relampiou", diria o matuto. Felizmente durou pouco mas suficiente para causar sua cota de estragos e transtornos. O município é assim — quaisquer intempéries inviabilizam a cidade. Falta luz, ruas alagam e assim por diante. Escrevi sobre isso, tendo como mote um julgado do Superior Tribunal de Justiça sobre ocupação de calçadas urbanas, no post Se essa rua fosse minha.

07/10/2020

Estatuto do Idoso mais idoso. Por uma velhice de qualidade.

estatuto do idoso políticas públicas velho idoso jung estado social

Leio no portal da Câmara sobre os 17 anos do Estatuto do Idoso, a lei 10.741 de 2003. Ainda é um adolescente, não completou a maioridade. E como se sabe tem um longo caminho pela frente até sua plena aplicabilidade, sina que compartilha com toda legislação brasileira voltada à proteção de minorias e estratos sociais vulneráveis. As coisas parecem deliberadamente boicotadas para não funcionar, isso além dos vícios culturais históricos. Mas habemus legem, já é alguma coisa.

Informativo TST (14 a 28 de setembro de 2020)

trabalhista direito do trabalho tribunal superior do trabalho

Eis o informativo de jurisprudência nº 225 do Tribunal Superior do Trabalho. Clique abaixo para acessar o PDF, diretamente do link original.

Informativo TST
14 a 28 de setembro de 2020

Currículo furado? Kassio começou mal.

kassio marques supremo stf ministro deltan witzel

Vejo comentarem no Facebook que o Brasil é o país da piada pronta. O mote foram as novas informações sobre Kassio Nunes Marques, indicado para a vaga de Celso de Mello no Supremo Tribunal Federal. É que parece que o currículo do desembargador do TRF-1 foi, digamos, "vitaminado" além da conta. É que a Universidade de La Coruña nega existência de curso que Kassio diz ter feito. Ora, ora. Essa parece ser a sina dos nomes indicados por Bolsonaro, e já há até lista de ministros que mentiram no currículo.

06/10/2020

Ações afirmativas não são lacração

racismo escravidão ação afirmativas brasil

O racismo segue um tema pujante, e não poderia ser diferente — está no cerne da própria formação do país. O assunto na moda é a iniciativa do Magazine Luiza de abrir programa de trainee apenas para negros, medida de teor afirmativo mas que foi rapidamente atacado pelos obtusos de plantão, levando até mesmo a, pasmem, uma ação movida por defensor público da União contra a empresa por "marketing de lacração". A DPU enquanto instituição pulou fora, alegando a independência funcional de seus membros, mas além de ser um episódio sintomático o estrago já estava feito.

Políticos que não querem críticas. E os jornalistas perseguidos.

liberdade de imprensa jornalismo democracia censura ditadura

Complementando o post anterior. Como vimos, Doria foi alvo de comentários desabonadores de Kajuru feitos em entrevista e, ato contínuo, demandou criminalmente contra o senador — em vão, porque, tendo imunidade parlamentar, as supostas ofensas caíram no campo da normalidade institucional e a queixa-crime foi arquivada pelo relator no Supremo, o decano Celso de Mello. Como disse no post, concordo com a solução jurídica porque afinal os comentários, ainda que pouco elogiosos, estão inseridos em um contexto de crítica política. E nada há de crime nisso, ao contrário do que seriam fakes news ou agressões pessoais à honra. 

05/10/2020

Doria contra Kajuru: chamar de chumbrega pode

jorge kajuru joão doria política senado imunidade celso de mello

A matéria abaixo é do sítio do Supremo Tribunal Federal (link aqui). Trata da ação penal movida pelo governador de São Paulo, João Doria, contra o folclórico senador Jorge Kajuru por crime contra a honra. Kajuru chamara Doria de "escória da escória", "vazio e inculto" e "chumbrega". O relator Celso de Mello (que está de saída da corte) extinguiu o feito com base na garantia constitucional da imunidade parlamentar. A decisão, também via sítio do STF, pode ser lida aqui.

O jantar de Toffoli e a escolha de ministros do STF

jair bolsonaro dias toffoli judiciário stf supremo tribuna federal ministro

Ainda sobre a indicação de Kassio Marques ao Supremo (falamos aqui e aqui), leio o seguinte texto de Josias de Souza — Bolsonaro avacalha seleção de ministro do STF. Critica a maneira pouco ortodoxa de Bolsonaro conduzir a res publica, seu pouco apego ao decoro e assim por diante. Concordo com tudo isso, mas o texto de Josias parece sofrer de uma espécie de ingenuidade que não cabe no jornalismo político. 

04/10/2020

Teses do STJ: Lei de Execução Fiscal IV (outubro de 2020)

finanças tributo imposto stj execução fiscal

Domingo chuvoso no Rio de Janeiro. Com vocês, a edição nº 157 do "Jurisprudência em teses" do Superior Tribunal de Justiça. O tema segue sendo a LEF- Lei de Execuções Fiscais. Clique na imagem para baixar.

STJ: Lei de Execução Fiscal IV

03/10/2020

Trump corongado. Não adiantou a retórica populista.

donald trump melania covid corona pandemia

Eu sei, a nossa formação cristã desaprova que desejemos mal aos outros. Os piedosos carolas, muitas vezes verdadeiros sepulcros caiados, não gostam que falemos "bem feito" diante da desdita alheia. A questão é que tem gente que merece e muito e, não tendo pretensão à santidade, não me furto a apontar a justiça poética que a vida cotidianamente nos apresenta.

Bancos e cartões precisam facilitar o contato com o consumidor

consumidor consumerista banco cartão de crédito call center instituições financeiras

A matéria abaixo é de Ralph Machado, via Agência Câmara de Notícias (fonte aqui). Considero o PL oportuno porque, como todo consumidor sabe, é um inferno ser atendido pelos call centers das instituições financeiras. Inúmeros números sem que saibamos qual o adequado ao nosso problema, disque 1 para isso 2 para aquilo outro e assim por diante. Até que consigamos falar com uma voz humana que, batata!, vai nos transferir para outro número. E a ligação cairá, é óbvio, o que nos levará a repetir o calvário. Violação clara ao direito do consumidor. O nosso Código do Consumidor é muito bom, apesar de já trintão (é de 1990). Falta é ser respeitado.
 

Proposta exige que bancos e cartões tenham telefone específico para consumidor

O Projeto de Lei 3673/20 determina que toda instituição financeira tenha um único número telefônico para contato com o consumidor. Cartões de crédito deverão possuir números próprios, também únicos, mas diferentes daqueles gerais das instituições.

02/10/2020

Um comentário sobre democracia

democracia eleição debate brasil voto eleitoral urna

Falamos das eleições ianques, falemos agora dos nossos problemas. Ontem, quinta, a Band transmitiu os primeiros debates à prefeitura nas eleições deste ano. Assisti o carioca, talvez logo mais vá atrás do paulista no Youtube. A pantomima é a mesma de sempre: frases e gestos estudados, interpretações canastronas, acusações e mentiras — deslavadas, evidentemente. Nada obstante, é preciso acompanhar "em cima". 

STJ: informativo de jurisprudência (25 de setembro de 2020)


Abaixo, o Informativo de Jurisprudência nº 678 do Superior Tribunal de Justiça. Pode ser acessado também por este link, do sítio do tribunal.

Informativo STJ nº 678
25 de setembro de 2020

01/10/2020

Fux não gostou da indicação de Kassio

luiz fux supremo tribunal federal stf judiciário juiz bolsonaro kassio

Vejo neste link, com base em informações da Monica Bergamo da Folha de São Paulo, que Fux não gostou da possível indicação de Kassio Nunes Marques para a vaga de Celso de Mello no Supremo. Queria um "nome técnico" e preferencialmente juiz de carreira, o presidente da corte. Kassio, como se sabe, é egresso do Quinto Constitucional e, de fato, não é dos juristas mais conhecidos do país (eu mesmo nunca ouvira falar, com o perdão da ignorância, o que é explicado por não ter processos junto ao TRF da 1ª Região, seu tribunal de origem).

O novo nome para o Supremo

kassio marques bolsonaro supremo stf ministro judiciário

Há pouco falamos da saída de Celso de Mello. Ao que parece Bolsonaro já tem nome para substitui-lo: seria o piauiense Kassio Nunes Marques, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1). Segundo a Folha, a escolha surpreendeu os ministros do STF, pois Kassio era cotado para o STJ na vaga de Napoleão Nunes Maia. O povo foi rápido: até página na Wikipedia já criaram para o possível futuro ministro.

Leia também: